AddThis Social Bookmark Button
Sex, 21 de Outubro de 2011 15:44
O Amor de Deus

AmorOlá galera! Paz! Meu nome é Elias Souza, sou o mais novo redator do Romance em Deus. Gostaria de falar com vocês sobre O Amor de Deus!

Indo pra faculdade estes dias, vi algo muito comum (infelizmente). Vi um rapaz, todo sujo com um saco nas costas, deitado na grama, vulgarmente chamado de mendigo. Infelizmente, é apenas mais um que está sofrendo as dores da nossa jornada.  Nesta hora pensei: onde se encontra o amor de Deus? Por que ninguém o ajuda? Por que eu não o ajudo? Se eu quero viver da mesma forma que Jesus viveu no meio dos homens, não posso viver parado. Jesus não veio ao mundo nos ensinar a ficar acomodados, ao invés disso, Ele mostrou quão grande é Seu amor por cada um de nós, sendo ainda pecadores, se entregando ali na cruz por cada vida, independente do peso*, por assim dizer, dos nossos pecados.

Muitos de nós ao ver o nosso próximo passar necessidade, decidimos ignorá-lo, para que o ajudemos ou para que apenas não venhamos a sentir remorso depois.

Está escrito “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.” I Coríntios 13: 13, isso quer dizer que Deus quer que você ame ao seu próximo da mesma forma que Ele nos ama. Com amor incondicional, sem barreiras, sem egoísmo, sem esperar algo em troca. Amá-lo com todos os defeitos, pois desta mesma maneira alguém ama você. Eu posso não amar ao meu irmão, mas Deus quer nos ensinar isso cada dia.

 Não somos moldados de um dia para outro. É um longo processo que acima de qualquer circunstância depende necessariamente de cada um de nós, darmos lugar ao Senhor para que Ele possa agir, e para isso precisamos abrir nossos corações para que Ele venha a transformá-lo, para que o amor, o amor de Deus, viva nele. Paulo diz em Colossenses 3:14 “e, sobre tudo isto, revesti-vos do amor, que é o vínculo da perfeição”.

 O amor define a pessoa que você é em Deus. Se você ama o seu próximo, você está em Deus. Eu não estou dizendo que você que não ama, não está, apenas digo que esse tem que ser um dos nossos objetivos, a nossa marca. As pessoas têm que reconhecer em você o amor de Cristo, que se entregou por todos nós, quando ainda éramos pecadores, e estávamos separados do Pai.

Se Cristo, que é Santo, nos amou de tal maneira, porque nós que somos pecadores, não podemos amar o nosso próximo com o mesmo amor? Somos melhores? É claro que não. Apenas cremos que Jesus morreu na cruz por nós e aceitamos andar com Ele, nos esvaziando de nós mesmos. E por causa deste amor, que tudo suportou, precisamos amar o nosso próximo. Não por obrigação, mas com prazer, para que o nome do Senhor, venha a ser glorificado.

*Na Bíblia está escrito que não existe pecadinho ou pecadão. Pecado é pecado, e são vistos da mesma maneira por Deus.

 

Autor: Elias Souza (Equipe Romance em Deus)

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Nosso Canal