Amarás o Teu Próximo como a Ti Mesmo

Imagem(Mateus 22: 37-39)

Será que os seres humanos estão preparados para amar? Amar é investir em outras pessoas, é dar aquilo que para você tem valor, que te custará algo. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (JO 3:16). Não existe maior exemplo de amor do que este, mas será que somos capazes de fazer o mesmo? De entregar o mais precioso... De dar a nossa vida por alguém? De passar o resto dos nossos dias nos dedicando a fazer outra pessoa feliz? Independente do que esta pessoa possa nos fazer em troca?

Muitas pessoas hoje em dia vivem em busca da felicidade, começam um relacionamento e permanecem até quando não há mais o que “sugar” da outra pessoa. Elas “sugam” umas as outras, em uma busca incessante pelo “amor”. Este “amor” que elas procuram e nunca encontrarão, pois não estão dispostas a fazer a outra pessoa feliz. "O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (I Coríntios 13 : 4-7).

O amor é eterno, incomparável a qualquer outro sentimento existente, quando duas pessoas se amam elas se completam. Porque uma tem a intenção de fazer a outra feliz, a satisfação própria não é o principal, mas há um sentimento simultâneo. O amor que vem de Deus traz paz... E quando você ver os olhos de quem você ama brilhando isto já é o mais gratificante. Deus tem para você alguém que o ama de verdade, pois se alguém ama a Deus certamente te amará com todo o coração!

Autora: Manuela Evelyn (Equipe Romance em Deus)

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Compartilhe